Ao viver a realidade do turnover, os profissionais de Recursos Humanos (RH) passam a enfrentar um enorme desafio na hora de recrutar novos trabalhadores. Ao selecionar o candidato, o avaliador de RH tem que ter em vista uma maior produtividade e o fim de atividades que gerem desperdício para a corporação.

O Brasil é o atual campeão mundial em rotatividade de funcionários, aponta uma pesquisa global publicada pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), realizada com 1775 diretores de RH de 13 nacionalidades, sendo 100 brasileiros. No País, a rotatividade média das corporações brasileiras é de 82% ao ano, mais que o dobro da média mundial, que é de 38%.

Os principais motivos citados para essa ?dança das cadeiras? acelerada foram baixa remuneração e falta de reconhecimento, desmotivação e preocupação com o futuro da companhia. De acordo com a pesquisa, a maioria dos diretores de RH conhece as dificuldades da empresa em reter esses profissionais, já que 59% dos entrevistados entendem que a saída dos executivos é justificada.

Nesse cenário, será cada vez mais necessário o uso de meios que permitam identificar a aderência de profissionais com os cargos para os quais se destinam, minimizando custos para as companhias que precisam gastar tempo e dinheiro recrutando, selecionando e treinando novos talentos.

 

 

 

 

Pesquisa sobre rotatividade

Além disso, as organizações gastam entre dois e cinco salários até conseguir repor uma vaga. Também entra na conta o tempo de quem assume as atividades deixadas e o quanto deixou de produzir em seu posto para assumir as funções do outro.

Ainda de acordo com o estudo, os profissionais da camada operacional tendem a trocar de emprego até mesmo por posições semelhantes financeiramente, mas com 30 minutos a menos de deslocamento. Logo, uma das maneiras de reduzir os pedidos de demissão é entender a necessidade dos colaboradores.

Os motivos de turnover podem variar conforme o segmento. Porém, alguns fatores têm maior frequência. Por parte do funcionário, causa insatisfação a inexistência de plano de carreira, sentimento de pertencimento a equipe e sentir-se valorizado, má gestão e carência de tática.

 

Salário e turnover voluntário 

Uma pesquisa da Mercer, consultoria de soluções de carreira, saúde e previdência, mostra que os aumentos salariais ficaram na mesma média do ano passado, ao passo que a rotatividade de funcionários cresceu tanto em cargos mais altos como nos operacionais. Já o percentual de contratações subiu em todos os níveis de cargos, com maior crescimento entre os de nível intermediário. A Mercer realizou a pesquisa com 680 empresas, abrangendo mais de 780 mil profissionais em 24 mil posições diferentes.

A pesquisa mostra ainda que houve aumento gradual do turnover voluntário. Em 2016, o percentual de demissões solicitadas pelos profissionais variava entre 2% (executivos) e 5% (operacionais). Em 2019, as demissões voluntárias subiram para 4% entre os cargos mais altos, com destaque para o nível gerencial, que saltou de 3% para 7%, e para 9% entre as posições operacionais. Em relação a 2018, o salto foi de 1 ponto percentual nos cargos operacionais e executivos e de 3 pontos percentuais no nível gerencial.

Problemas e soluções 

Quando uma empresa registra um grande turnover, ela pode ter diversos problemas como altos gastos de recursos financeiros com rescisões contratuais e processos de seleção para novas contratações. Outro fator é o tempo, que muitas vezes a empresa não dispõe para novos treinamentos e com a adaptação dos novos colaboradores à empresa e seus gestores.

A inteligência trazida pelas soluções da LEVEE ajuda as empresas a melhorarem sua produtividade em média em 25%, considerando especialmente métricas de performance dos funcionários selecionados por Machine Learning. Isso significa melhor retorno sobre o investimento em capital humano, já que os algoritmos e sistemas de Machine Learning pré-selecionam os perfis com maior potencial produtivo para atingir o resultado em questão.

 

Saiba mais como podemos ajudar sua empresa Clicando AQUI.

 

Conheça as nossas soluções

Leave a Reply